UFC – Conheça Todas as Regras Para Se Entender Sobre o MMA

Uma das mais importantes organizações do MMA (Mixed Martial Arts) no mundo é a norte-americana UFC (Ultimate Fighting Championship). Criada em 1993, ganhou rapidamente grande popularidade junto aos amantes das artes marciais. O destaque foi tão grande que, em pouco tempo, virou mania nos canais pay-per-view. Influenciado pelo Vale-Tudo brasileiro, o esporte não possuía muitas regras, o que gerou críticas diversas por conta da violência das lutas e obrigou a UFC a se remodelar.

O esporte passou por derradeira revolução e várias regras foram criadas ao longo do tempo, dando mais profissionalismo à UFC. Em 2000, a organização conseguiu realizar o primeiro evento sancionado por comissão atlética. Hoje, os combatentes se enfrentam sob rígidas regras, que garantem saúde aos atletas e um espetáculo visualmente melhor para os espectadores.

Conceitos e regras da UFC

Conheça alguns conceitos e regras da UFC:

A modalidade é dividida em categorias por peso: são 7 categorias, começando com:

  • Galo (55 a 61 kg)
  • Pena (62 a 66 kg)
  • Leve (67 a 70 kg)
  • Meio-médio (71 a 77 kg)
  • Médio (78 a 84 kg)
  • Meio pesado (85 a 93 kg) e;
  • Pesado (94 a 120 kg).

As lutas são realizadas em um ringue de oito cantos, cercado por grades (mais conhecido como Octógono), e divididas em 3 assaltos (rounds), de 5 minutos cada. Lutas por defesa de cinturão são mais longas: os oponentes se enfrentam por 5 assaltos, de 5 minutos cada. A definição do combate pode ocorrer de cinco formas: desqualificação, finalização, nocaute, nocaute técnico ou decisão do júri.

Desqualificação do atleta

O atleta é desqualificado quando, durante a luta, aplica intencionalmente, algum golpe ilegal. São considerados ilegais, na UFC, as cabeçadas ou golpes que atinjam olhos ou partes genitais. Outra forma de desqualificação é utilizar movimentos não permitidos nas regras. Um desses movimentos é o de segurar repetidamente nas grades, utilizado pelo atleta para não ir ao solo e/ou impedir alguma técnica de imobilização do adversário.

A finalização é a imobilização do oponente, com a utilização de chaves ou estrangulamentos. Cabe ao imobilizado informar ao árbitro sua desistência, batendo três vezes no chão. Caso não o faça, cabe ao juiz parar a luta ao perceber que o atleta vai desmaiar. O nocaute se dá quando um golpe legal aplicado deixa o oponente inconsciente. Já o nocaute técnico é aquele decidido por terceiros. Pode ser por decisão médica, devido a lesões ou cortes muito graves; interrupção do árbitro, ao perceber que o lutador não esboça reação ou não se defende; ou lesões gravíssimas, claramente visíveis.

A decisão do júri é a que ocorre após o encerramento da luta, como acontece no Boxe. Não havendo nocaute, finalização ou quaisquer outros fatos que promovam a vitória de um dos combatentes, o resultado da luta é divulgado a partir da avaliação do desempenho de cada atleta: maior agressividade, domínio no chão, contundência em pé, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *